Bem-vindo a Millennium-Línguas (Trilogy Institute)

e o nosso exclusivo método terapêutico!

A Millennium Línguas (Trilogy Institute) é a única escola de línguas do mundo que usa o inovador método de ensino psicolinguístico – o nosso exclusivo método terapêutico.

Criado pelo psicanalista e cientista social brasileiro, Norberto Keppe, nosso método é baseado em mais de 50 anos de estudos clínicos, sendo testado e cientificamente provado como sendo um processo de aprendizagem mais eficiente.

O Método da Millennium.
Muito além de uma escola de línguas.

“Imagine um contínuo ver e conhecer em uma sequência sem fim. Assim é o verdadeiro aprendizado”.
Norberto Keppe

Estudar na Millennium é uma jornada profunda. Na certeza da língua, porém mais do que isso. É uma jornada na essência do que é mais importante na vida. Arte e cultura. Saúde e cura. Relacionamentos, amor e afeto. Como a economia e política funcionam. Filosofia e auto-descoberta. Tudo isso, e mais, é considerado na sala de aula.

  • Aguça sua consciência para a realidade e o mundo
  • Desenvolve a sua comunicabilidade
  • Trata a timidez, medo e insegurança
  • Aumenta a sua produtividade
  • Facilita seu relacionamento pessoal e profissional
  • Ensina como lidar com o estresse

Veja os benefícios do nosso método:

Melhoras ou curas em sintomas físicos ou psíquicos – 86%
Melhora na vida emocional e psíquica – 82%
Melhoras em seus relacionamentos – 75%
Maior desenvolvimento no trabalho – 71%

Bloqueios para falar? Vamos resolver isso…

Psicanalista Dra. Cláudia Bernhardt Pacheco fala sobre os bloqueios que temos para aprender línguas.

No Trilogy Institute você vive o processo natural de aprendizado – o mesmo que você teve quando era criança. Desde a primeira aula, você mergulha em um ambiente de ensino seguro e abrangente que irá ajudá-lo a falar da forma que você quiser.

Entre em Contato

Línguas e Terapia. É assim que se fala.

Languages and therapy. Now you’re talking.

Qual a diferença entre o método terapêutico do Trilogy Institute e as outras metodologias?

Através dos nossos textos, os alunos conseguem conscientizar e interiorizar as dificuldades que têm na vida cotidiana. Muitas vezes essas dificuldades são as bases de bloqueios que o aluno pode ter no aprendizado do idioma. Então, ao mesmo tempo que o aluno aprende uma outra língua, ele começa a se conhecer melhor.

Outras Metodologias Método Terapêutico
Aprendizado A partir de memorização e repetição A partir da conscientização (conhecimento e sentimento)
Contato com o idioma Superficial De uma forma profunda
Finalidade Formar um indivíduo com conhecimentos particularizados Indivíduo voltado para fora (atitude altruísta)
Ambiente de sala de aula Voltado para o intelecto, memorização e a gramática Terapêutico, dinâmico, motivador e profundo

Sobre o criador do método: Norberto Keppe

Conferencista internacional, foi considerado pelo CNRS (Centro Nacional de Pesquisa Científica) da França como “sem dúvida o mais original autor heterodoxo entre os contemporâneos.”

keppe-004Norberto R. Keppe fez sua formação psicanalítica em Viena, onde foi treinado por professores como Viktor E. Frankl (Hospital de Policlínicas, Escola de Análise Existencial), Knut Baumgarten (Child Guidance Clinic) e Igor Caruso (Círculo de Psicologia Profunda).

É fundador e presidente da Sociedade de Psicanálise Integral ou Trilogia Analítica (1970) desenvolvendo sua própria teoria e método científicos de tratamento de doenças psíquicas, sociais e orgânicas. Foi capaz de integrar as áreas da ciência, da filosofia e da espiritualidade, criando um novo campo chamado de psico-sócio-patologia.

Lecionou como professor convidado na Pontifícia Universidade Católica (PUC), e na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), entre outras instituições e faculdades.

Norberto R. Keppe fundou e chefiou o Grupo de Estudos de Medicina Psicossomática junto à Clínica de Gastroenterologia do  Prof. Edmundo Vasconcelos, no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

É autor de 40 livros, alguns traduzidos em mais de 8 idiomas além do português. Trabalhou durante 13 anos nos Estados Unidos e Europa, onde desenvolveu importante parte de sua obra no campo da Sociopatologia, da Metafísica e da Nova Física (1996).

Seu trabalho na Nova Física deu início à tecnologia sustentável do Keppe Motor capaz de economizar até 90% de energia ou mais. Keppe se debruçou no estudo da Física chegando a dar-lhe um novo nome: Energética ou A Nova Física – pois a desinversão da Metafísica Aristotélica possibilitou seu entendimento sobre a origem e funcionamento energético de todos os seres.

Escreveu importantes obras sobre o assunto, culminando com o livro onde realiza a unificação da Física, Biologia e Psicologia. A tecnologia Keppe Motor é a aplicação prática dessa Nova Física Trilógica, também chamada Magnetônica por Keppe (estudo do magnetismo).

De volta ao Brasil

De volta ao Brasil em 1997, continua presidindo a Sociedade Internacional de Trilogia Analítica (Psicanálise Integral), o seu trabalho de atendimento clínico, treinando psicanalistas, escrevendo livros sobre psico-sócio-patologia. Como pesquisador de Física, orienta o grupo de engenheiros do Keppe Motor em seus desenvolvimentos tecnológicos.

Como comunicador carismático, produz programas científicos e terapêuticos para televisões abertas e educativas e para rádios, e levados ao ar em praticamente todos os estados do Brasil. Traduzidos para 5 idiomas são veiculados em mais de 200 canais, de 40 países.

Desenvolveu, entre outras atividades, o método psico-linguístico trilógico que é aplicado na Millennium e os conhecimentos da psico-sócio-terapia, disciplina ensinada em cursos de pós graduação em Gestão de Conflitos e cursos livres em São Paulo.

“Uma verdadeira ciência deve estar de acordo com uma real filosofia e esta, por sua vez, em conformidade com uma autêntica religiosidade; a este fenômeno chamamos de Trilogia.

Existe uma nova visão sobre o universo (cosmovisão), ou melhor, a descoberta de uma filosofia de vida (Weltanschauung), que é tão antiga como a criação e permaneceu oculta por todos estes séculos; o motivo principal deste fato pode ser encontrado no transcurso da própria civilização, que caminhou parcialmente todo esse tempo.

Sempre desconfiei que estava havendo algo muito errado com a civilização, desde que não conseguiu construir um mundo de paz e desenvolvimento contínuo.”
Norberto Keppe, O Reino do Homem, pág. 231